Rio Grande
35 9 9725-8252
35 3521-3509

Pecuária brasileira: os 5 tipos de pecuária existentes no Brasil

Por Rio Grande 03/03/2022
Compartilhe

A pecuária brasileira é extremamente forte e importante para a nossa economia. Com a adoção de novas tecnologias, os resultados aumentaram significativamente nos últimos anos.

De acordo com os dados da Embrapa, nos últimos 40 anos, a produção de carne de ave aumentou 22 vezes, de carne suína e de leite, 4 vezes cada e de carne bovina, também 4 vezes.

Para entendermos a importância da pecuária brasileira, basta analisarmos a relação dela com o PIB. Em 2019, o PIB brasileiro foi de R$7,3 trilhões, com um crescimento de 6,8% em relação ao ano anterior. No mesmo período, a pecuária representou 8,5% do total do PIB.

Mas, ao contrário do que muitos imaginam, a pecuária no Brasil não é apenas formada de bovinos. Veja quais são os tipos existentes no nosso país!

Como é a pecuária hoje em dia no Brasil?

A pecuária no Brasil é muito forte – e um dos mais importantes setores da nossa economia. Hoje, o Brasil possui o segundo maior rebanho bovino do mundo e o primeiro maior rebanho comercial (pois a Índia não exporta os seus animais).

No cenário internacional, o Brasil representa 17% da produção do mundo de carne. Em 2021, de acordo com os dados da Comex Stat, o nosso país exportou cerca de 1.560.220 toneladas de carne, o que gerou uma receita aproximada de 7.966,48 bilhões de dólares.

Os principais destinos da carne brasileira são: China, Hong Kong, Chile, Estados Unidos e Egito. E os principais estados produtores são: Mato Grosso, São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais.

Esse cenário só foi possível graças às amplas modernizações vivenciadas nos últimos 40 anos, com mais pesquisas em genética, avanços no controle de pragas e doenças e melhorias das pastagens.

Quais são os tipos de pecuária no Brasil?

Para compreender melhor a pecuária brasileira, é importante entender quais são os principais tipos, pensando em divisões mais didáticas. Vamos ver em detalhes.

1- Pecuária de corte

A pecuária de corte é aquela dedicada à criação de rebanhos para a comercialização da carne animal. Essa é uma das principais pecuárias do país, com expressão e força significativas no cenário internacional.

2- Pecuária leiteira

A pecuária leiteira é a criação de animais para a produção de leite e seus derivados, como manteiga, queijo, iogurtes etc.

3- Pecuária de lã

É a pecuária voltada à obtenção de lã, derivada de ovinos e caprinos.

4- Pecuária extensiva

A pecuária ainda pode ser dividida em relação à modalidade de criação dos animais. Na extensiva, os animais são criados soltos, com uma alimentação pouco balanceada e baseada, principalmente, nos alimentos oferecidos no meio natural, como as pastagens.

Essa pecuária é mais simples e, normalmente, usada por pequenos pecuaristas, sem tantos investimentos em tecnologia.

5- Pecuária intensiva

A pecuária intensiva é o oposto da anterior, pois a criação dos animais é feita no sistema de confinamento. Assim, o pecuarista usa técnicas que aumentam a produtividade, obtendo um lucro maior. Um exemplo é a inseminação artificial, clonagem e reprodução assistida.

Os animais recebem um tratamento diário com o uso de vários insumos agrícolas. Por todos esses pontos, a produtividade tende a ser maior, especialmente para a pecuária de corte.

Quais os principais tipos de rebanho no Brasil?

O IBGE possui um ranking com os principais rebanhos do Brasil. Em 2020, foram:

  1. Galináceos, com a produção de 1.479.363.352 cabeças.

  2. Bovinos (bois e vacas), com a produção de 218.150.298 cabeças.

  3. Suínos (porcos), com a produção de 41.124.233 cabeças.

  4. Ovinos (ovelhas e carneiros), com a produção de 20.628.699 cabeças.

  5. Codornas, com a produção de 16.152.169 cabeças.

  6. Caprinos (bodes e cabras), com a produção de 12.101.298 cabeças.

  7. Equinos (cavalos), com 5.962.126 cabeças.

  8. Bubalinos (búfalos), com 1.502.482 cabeças.

Raças de bovino de corte

As raças de bovino de corte mais usadas no Brasil são:

  1. Angus

  2. Nelore

  3. Brahman

  4. Brangus

  5. Senepol

  6. Hereford

  7. Caracu

  8. Charolês

  9. Guzerá

  10. Tabapuã

Raças de bovinos leiteiro

Já as principais raças de bovino leiteiro são:

  1. Holandesa

  2. Jersey

  3. Pardo Suíço

  4. Zebus Leiteiras (Gir, Guzerá e Sindi)

  5. Girolando

O que esperar da pecuária brasileira em 2022?

De acordo com as projeções da Embrapa e dos analistas da CiCarne, em 2022 a exportação de carne bovina brasileira deve crescer – e a Ásia deve continuar como a principal importadora, especialmente a China.

Em relação aos suínos, há uma possibilidade de aumento das exportações da carne brasileira, já que a China deve reduzir a sua produção (devido aos preços em queda e os altos custos com insumos).

No mercado nacional, há preocupações, graças à alta da inflação projetada e do desemprego que devem refletir no consumo de carne bovina no mercado nacional (que representa 75% da produção total).

Oferta de bezerros

O preço do bezerro continua acima do valor médio nominal registrado em 2020. Isso leva à retenção de fêmeas, aumentando a produção de bezerros e a disponibilidade de ofertas para os recriadores no médio prazo.

Lembrando que o atual ciclo pecuário teve início em 2019. Por isso, os custos de reposição só devem baixar a partir de 2023, embora em 2022 haja um aumento na oferta desses animais.

Custos e margens

Infelizmente, os custos de produção continuarão aumentando em 2022, especialmente dos fertilizantes (que teve um aumento de mais de 100% em 2021), o que influencia no custo de produção do milho e da soja – afetando o preço da ração para suplementação.

Por isso, as margens devem continuar apertadas em 2022, com falta de vaca para abate e abastecimento do mercado interno. As indústrias buscarão bois que estarão com a demanda aquecida no mercado externo e com a arroba valorizada.

Riscos sanitários

Alguns riscos podem trazer prejuízos ao comércio da carne brasileira, especialmente os surtos de febre aftosa e de vaca louca. Outras doenças podem fazer com que a China suspenda as importações da carne brasileira por mais tempo – o que pode afetar negativamente a produção em 2022.

Além dos riscos sanitários, outros pontos podem influenciar a pecuária de corte, como as más condições climáticas, que interferem no cultivo de grãos para a produção de ração, elevando os custos de produção.

Um desafio será pensar em formas de intensificar a produção sem avançar para áreas de floresta, visto que o desmatamento traz riscos negativos para toda a cadeia produtiva e para a sociedade em geral.

Gostou de saber mais sobre a pecuária brasileira? Deseja receber informações atualizadas? Assine nossa newsletter e não perca mais nenhum conteúdo do nosso blog!

Receba nossos conteúdos

Veja Também

Suínos
24/04/2020 - Tendências em Suinocultura
Bovino de Corte
16/07/2020 - Quais os tipos de bovinos e como deve ser sua alimentação?
Bovino de Corte
25/08/2020 - Por que prezar pela formulação correta da ração?
Bovino de Leite
10/09/2020 - Rio Grande + Delaval: a parceria da produtividade leiteira!
Suínos
07/10/2020 - Como fazer a gestão da água na suinocultura industrial?
Bovino de Corte
15/10/2020 - Como emitir CND ITR?
Bovino de Leite
09/11/2020 - Bovinocultura de leite: 6 cuidados essenciais no manejo!
Suínos
14/12/2020 - Suinocultura no Brasil: 5 estados que são grandes produtores
Suínos
18/01/2021 - Rio Grande: Nutron e Rio Grande, a solução para os seus suínos.
Bovino de Corte
18/02/2021 - Qual é o agente causador da doença da vaca louca?
Bovino de Leite
10/03/2021 - Quantos dias por ano a vaca produz leite?
Suínos
02/04/2021 - Instrução Normativa estabelece boas práticas de manejo em granjas de suínos
Bovino de Leite
11/05/2021 - Mini vaca: guia completo com tudo o que você precisa saber!
Bovino de Corte
25/06/2021 - Gado de corte: as 8 melhores raças
Bovino de Leite
15/07/2021 - Desconto na conta de luz para produtores de leite: como funciona?
Bovino de Leite
21/07/2021 - Pecuária intensiva e extensiva: entenda a diferença entre elas
Bovino de Corte
25/08/2021 - Boi Angus: tudo o que você precisa saber sobre essa raça
Bovino de Corte
15/09/2021 - 3 ingredientes para ração de bovinos de corte
Bovino de Corte
13/10/2021 - Como fazer dimensionamento de piquetes para bovinos de corte?
Bovino de Corte
06/12/2021 - Aveia em grãos para bovinos: como e por que oferecer?
Suínos
13/01/2022 - 2022: O que esperar da Suinocultura no Brasil?
Bovino de Corte
01/02/2022 - Quais os principais alimentos utilizados na nutrição animal?
Bovino de Leite
01/04/2022 - Hipocalcemia em vaca: o que é e quais os sintomas?
Bovino de Corte
06/06/2022 - Qual o preço da soja para 2022?
ATENDIMENTO ÁGIL E COMPROMISSO COM O CLIENTE DESDE JUNHO 2012.
RECEBA NOVIDADES
EM SEU E-MAIL
Rodovia MG-050, nº 33 (Pista Lateral com sentido á Itaú de Minas)
Passos - MG
CEP.: 37.902-538
  • 35 3521-3509
  • 35 9 9725-8252
  • © 2016 RIO GRANDE NUTRIÇÃO E SAÚDE ANIMAL . TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.