Rio Grande
35 9 9725-8252
35 3521-3509

Suinocultura no Brasil: 5 estados que são grandes produtores

Por Rio Grande 14/12/2020
Compartilhe

A suinocultura no Brasil é muito forte. Atualmente, o país é o quarto maior produtor e exportador do mundo. Quase 40% das exportações brasileiras são direcionadas à China, seguida de Hong Kong com 16%.

A expectativa da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) é que a suinocultura brasileira cresça em torno de 21% nos próximos anos, atingindo 4,3 milhões de toneladas em 2024.

Um dos principais motivos para esse salto de produtividade, sem dúvida, foi a implantação técnico-tecnológica que permitiu um crescimento de 4% no rebanho suíno e 22% na produção de carne entre 2004 e 2009.

Quer entender melhor o panorama da suinocultura no Brasil? Siga conosco!

Suinocultura no Brasil: os 5 estados que mais produzem

De acordo com os dados de Embrapa, o ranking de maiores produtores de carne suína no Brasil é:

·         1º colocado: Santa Catarina, com uma produção de 27,15% do total do país e com 55,50% das exportações.

·         2º colocado: Paraná, com uma produção de 20,42% do total do país e com 22,91% das exportações.

·         3º colocado: Rio Grande do Sul, com uma produção de 18,45% do total produzido no Brasil e com 15,76% das exportações.

·         4º colocado: Minas Gerais, com 12,18% da produção nacional e 2,03% da exportação.

·         5º colocado: Mato Grosso, com 5,99% da produção e 1,73% das exportações.

Em níveis de produção, o 6º colocado é São Paulo, com 5,20% da produção, seguido do Mato Grosso do Sul, com 4,34% e de Goiás, com 4,32%. Em relação à exportação, Goiás ocupa a sexta colocação, com 0,84%, seguida de Mato Grosso do Sul, com 0,72% e de São Paulo, com 0,33%.

Portanto, o maior produtor de suínos do Brasil é Santa Catarina, que também lidera o ranking de maior exportador.

Quem é o maior produtor de carne de porco no mundo?

Segundo os dados da Embrapa, o maior produtor de suínos do mundo é a China, com 36 mil toneladas em 2020, seguida da União Europeia, com 24.250 toneladas e dos Estados Unidos, com 12.999 toneladas.

O Brasil é o quarto colocado com uma produção de 4.155 toneladas em 2020, seguido da Rússia com 3.330 toneladas, do Vietnã com 2.250 toneladas e do Canadá, com 2.085 toneladas.

A China, além de maior produtora, é também quem mais importa carne suína, correspondendo a 40% do total de importações globais.

Até 2050, a expectativa é que o consumo de carnes no mundo dobre, principalmente devido ao crescimento populacional e ao aumento da renda per capita. Contudo, a tendência é que o consumo de carne per capita diminua, à medida em que o padrão de consumo se aproxime ao dos países desenvolvidos.

Outra tendência global é que as carnes brancas tomem o lugar das carnes vermelhas na dieta das pessoas.

Por que a carne suína é a mais consumida no mundo?

A carne suína há alguns anos lidera o ranking da mais consumida no mundo. De acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, USDA, 42,9% da carne consumida em todo mundo é de porco.

No Brasil, o consumo ainda é menor, em torno de 15 kg per capita por ano, enquanto na China, essa quantia sobe para 39 kg por ano, mais de 50% do total mundial.

E os motivos para isso são vários, como:

·         rica em proteínas;

·         menor quantidade de gorduras do que no passado (alguns cortes são menos gordurosos que o frango e a carne bovina);

·         rica em magnésio, potássio, ferro, fósforo, selênio e vitaminas do complexo B;

·         principal fonte de vitamina B12.

Além disso, a carne de porco é versátil, combinando com diferentes tipos de acompanhamento e sendo fácil de produzir.

O risco de transmissão de doenças ainda é um dos fatores que faz com que muitos brasileiros deixem a carne de porco de lado. Contudo, com os sistemas modernos de criação, esse risco é muito baixo, principalmente se a carne for servida bem cozida.

Gostou de conhecer mais sobre a suinocultura no Brasil? Quer melhorar ainda mais a sua produtividade? Conheça os serviços de monitoramento controlado para suínos da Rio Grande e eleve seus resultados!

Receba nossos conteúdos

Veja Também

Suínos
24/04/2020 - Tendências em Suinocultura
Bovino de Corte
16/07/2020 - Quais os tipos de bovinos e como deve ser sua alimentação?
Bovino de Corte
25/08/2020 - Por que prezar pela formulação correta da ração?
Bovino de Leite
10/09/2020 - Rio Grande + Delaval: a parceria da produtividade leiteira!
Suínos
07/10/2020 - Como fazer a gestão da água na suinocultura industrial?
Bovino de Corte
15/10/2020 - Como emitir CND ITR?
Bovino de Leite
09/11/2020 - Bovinocultura de leite: 6 cuidados essenciais no manejo!
Suínos
18/01/2021 - Rio Grande: Nutron e Rio Grande, a solução para os seus suínos.
Bovino de Corte
18/02/2021 - Qual é o agente causador da doença da vaca louca?
Bovino de Leite
10/03/2021 - Quantos dias por ano a vaca produz leite?
Suínos
02/04/2021 - Instrução Normativa estabelece boas práticas de manejo em granjas de suínos
Bovino de Leite
11/05/2021 - Mini vaca: guia completo com tudo o que você precisa saber!
Bovino de Corte
25/06/2021 - Gado de corte: as 8 melhores raças
Bovino de Leite
15/07/2021 - Desconto na conta de luz para produtores de leite: como funciona?
Bovino de Leite
21/07/2021 - Pecuária intensiva e extensiva: entenda a diferença entre elas
Bovino de Corte
25/08/2021 - Boi Angus: tudo o que você precisa saber sobre essa raça
Bovino de Corte
15/09/2021 - 3 ingredientes para ração de bovinos de corte
Bovino de Corte
13/10/2021 - Como fazer dimensionamento de piquetes para bovinos de corte?
Bovino de Corte
06/12/2021 - Aveia em grãos para bovinos: como e por que oferecer?
Suínos
13/01/2022 - 2022: O que esperar da Suinocultura no Brasil?
Bovino de Corte
01/02/2022 - Quais os principais alimentos utilizados na nutrição animal?
Bovino de Corte
03/03/2022 - Pecuária brasileira: os 5 tipos de pecuária existentes no Brasil
Bovino de Leite
01/04/2022 - Hipocalcemia em vaca: o que é e quais os sintomas?
ATENDIMENTO ÁGIL E COMPROMISSO COM O CLIENTE DESDE JUNHO 2012.
RECEBA NOVIDADES
EM SEU E-MAIL
Rodovia MG-050, nº 33 (Pista Lateral com sentido á Itaú de Minas)
Passos - MG
CEP.: 37.902-538
  • 35 3521-3509
  • 35 9 9725-8252
  • © 2016 RIO GRANDE NUTRIÇÃO E SAÚDE ANIMAL . TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.